Visitas

ESSA AI MERECE SER REPRODUZIDO...

22 de outubro de 2010OBRIGADO: VENCEMOS O FUTI


Enviado pelo Dep. Federal Domingos Dutra (PT-MA)

Sou Domingos Dutra, fundador do PT. Nestes 30 anos de vida pública, as eleições de 2010 foram as mais difíceis de minha vida. Enfrentei de tudo e a todos para conseguir a minha reeleição. Até fiz greve de fome para ter o direito de ser candidato e não ser obrigado a fazer campanha para a candidata da oligarquia Sarney.

A Direção Estadual do PT e o Grupo Sarney fizeram de tudo para evitar a minha reeleição: primeiramente me censuraram no programa de televisão, excluindo a expressão “vamos vencer o FUTI”. Depois colocaram ilegalmente em minha propaganda na televisão o trem sem porta e sem janela de Roseana Sarney, com o objetivo de me desgastar, principalmente na Região Metropolitana, tentando descaradamente confundir as pessoas e tentando fazê-las acreditar que eu havia aderido ao Grupo Sarney. Por conta disto, minha votação foi menor nos municípios de São Luis, Raposa, Paço do Lumiar e São Jose de Ribamar. Em seguida a oligarquia injetou recursos em vários candidatos, inclusive nos “petistas” que são seus aliados, para me tirar votos em municípios aonde eu teria boa votação, como ocorreu em Barreirinhas e Lagoa Grande.

Os dirigentes que entregaram o PT para o FUTI coligaram o PT com o PMDB, DEM, PTB, PP, PR e PRB, composto por candidatos endinheirados, apoiados na máquina do Governo do Estado e em Prefeituras também para me tirar do páreo. Até a imagem de LULA e DILMA foi privatizada pela oligarquia e materiais da campanha presidencial sonegados com o claro objetivo de me prejudicar.

Enfrentei o abuso do poder econômico de candidatos ricos, apoiados em grandes prefeituras; financiados por grandes empresas, ou sustentados em estruturas próprias poderosas. Enfrentei o abuso de poder político de prefeitos que obrigavam os vereadores do PT a apoiarem seus candidatos, bem como do Governo do Estado que, pela força, cooptou a maioria dos prefeitos e vice – prefeitos do PT. Dos oito prefeitos do PT que ajudei a eleger nas eleições de 2008, apenas dois tiveram a coragem de pedir votos para mim, enfrentando a sordidez da maquina governista. Enfrentei a mídia da oligarquia que em diversas matérias difundia que eu jamais me elegeria e ao mesmo tempo promovia candidatos do PT aliados do grupo Sarney.

Para vencer todas estas dificuldades, usei os recursos que Deus me deu: dignidade, resistência, bravura, garra, canela e língua. Fiz a campanha a pé. Andei 450(quatrocentos e cinqüenta quilômetros) em 70(setenta) municípios. Foram 86(oitenta e seis) caminhadas, que duraram 200 (duzentas) horas. Fiz 313(trezentos e trezes) discursos. Participei de caminhadas, carreatas e comícios com Flávio Dino, e fui eleito com 81.101 votos, espalhados em todos os municípios do Maranhão.

Agora só me resta agradecer a Deus, por ter me dado forças diante de tantas dificuldades e a você que votou em mim, que torceu e que rezou por mim. Agradeço a você que me deu um sorriso ou fez um sinal positivo, me reanimando nos instantes em que minhas forças pareciam me abandonar.

Agradeço também até aqueles que me ofenderam com palavras e gestos obscenos, obtendo de mim a clemência e o perdão diante de tanta ignorância.

Parabenizo o Deputado Flávio Dino, pela coragem e a bravura nesta campanha. Por muito pouco Flávio Dino não foi ao Segundo Turno, oportunidade em que o Maranhão se livraria do FUTI.

Muitos me perguntaram o que é o FUTI, quem é o FUTI. O FUTI é o mal das trevas, o perseguidor, o “coisa ruim”, cuja maldade, há mais de cinco décadas transformou o Maranhão no Estado Mais pobre do Brasil. O FUTI é a besta fera que persegue os adversários e não deixa o Maranhão ir para frente. Você agora sabe quem é o FUTI

Apesar de tudo venci e vencemos o FUTI. Agora dedicarei este mandado a você que deseja um Brasil justo e um Maranhão livre das garras do FUTI. Continuarei cultivando a humildade, a honestidade e lutando em defesa dos mais humildes e dos que clamam por pão, paz, trabalho e justiça.

Muito Obrigado. A luta continua, com a certeza de que:

“Há homens que lutam um dia e são bons. Há homens que lutam um ano e são muito bons. Há homens que lutam muitos anos e são melhores. Mas há os homens que lutam toda a vida: esses são imprescindíveis”. Bertholt Brecht.

Um comentário:

PRES. MÉDICI NOTÍCIAS disse...

Eu votei Domingos Dutra para vencermos o Futi estadual Roseana. Agora vou vota Serra 45 para vencermos o futi nacional, Dilma e Sarney!